11 de fevereiro de 2018

Deputados federais do PT foram vítimas de estelionato no WhatsApp

Nos últimos dias, dois deputados federais do Partido dos Trabalhadores (PT) se disseram vítimas de estelionato praticado por meio do aplicativo de mensagens whatsapp.

Os criminosos clonam o whatsapp e se passam pelos reais proprietários, pedindo favores bancários como depósitos e pagamento de boletos. Como desculpa, sempre contam que estão com dificuldade de acessar o banco e por isso precisam desse favor.

As vítimas desse último golpe foram os deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Adelmo Leão (PT-MG). No caso do deputado Adelmo Leão, um assessor chegou a pagar o boleto. Mas eles não são os primeiros. Em maio do ano passado, o hoje ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (PMBD-MS) foi vítima desse tido de golpe.

Especialistas em Direito Digital revelam que esse golpe acontece, em algumas vezes, com a ajuda de alguém das operadoras de telefonia. Com essa ajuda, o responsável pelo golpe consegue transferir o número da vítima para outro chip temporariamente e faz a reinstalação do aplicativo em outro aparelho, recuperando os dados e contatos.

Parceiro anunciante

Nenhum comentário: